Vida Saudável

Uma vida saudável começa com incentivo e as dicas certas para fazer o seu dia-a-dia mais simples!


jul/2016 - Glico 2

Não deixe o diabetes complicar: mexa-se!

O diabetes é sim uma doença grave, mas os riscos e complicações da doença diminuem significativamente se você adotar um estilo de vida saudável, com uma alimentação balanceada, adesão aos medicamentos prescritos e a prática de atividades físicas regular. São recomendados exercícios de intensidade moderada (como caminhada), por no mínimo 30 minutos, cinco vezes por semana.¹ ²

Independentemente de estar ou não acima do peso, as atividades físicas oferecem vários benefícios para quem tem diabetes. Além de ajudar a controlar as taxas de açúcar no sangue, os exercícios melhoram a circulação e o metabolismo, diminuem o estresse e proporcionam uma sensação de bem-estar e disposição – entre outros benefícios!³

A atividade aeróbica é que oferece os melhores resultados no controle da glicemia. No entanto, antes de praticar qualquer atividade física você precisa conversar com o seu médico e idealmente com um educador físico para entender qual atividade, intensidade, periodicidade e duração são mais adequadas para você.4 Além disso, tente escolher uma atividade que seja prazerosa, isso tornará tudo mais fácil!

Por fim, um cuidado importante antes e depois da prática da atividade física é a automonitorização da glicemia, para evitar uma crise de hipoglicemia, por exemplo. Tenha sempre em mãos alimentos de rápida absorção, bebidas como isotônicos e refrigerantes com açúcar ou ainda tabletes de glicose.5

Sem sair de casa

A falta de tempo e dinheiro para frequentar uma academia não é desculpa para você não praticar atividades físicas regulares e manter-se saudável. Além da caminhada, que é um ótimo exercício, há outros exercícios que podem ser feitos dentro de casa ou em parques e locais públicos.

O importante é respeitar o seu ritmo e seguir sempre a recomendação do seu médico.

Confira algumas dicas!

Marcha

Sem sair do lugar, faça o movimento como se estivesse marchando. Comece de forma lenta e vá aumentado até o joelho chegar à altura do quadril. Esse exercício é ótimo para o coração.

Fortalecimento

Procure um lugar adequado para deitar (no chão com um tapete, por exemplo). Dobre os joelhos e deixe os braços estendidos ao lado do corpo. Inspire e levante o quadril como se fizesse uma ponte. Nesse momento, contraia os músculos dos glúteos e da coxa. Mantenha a posição por 5 segundos e faça 8 repetições.

Para a coluna

Com os joelhos e as mãos estendidas no chão faça movimentos sincronizados.

Levante o braço direito na altura do queixo e a perna esquerda ao mesmo tempo. Mantenha a posição por cinco segundos e repita o exercício por 8 vezes alternando o braço e a perna.

Flexão

As flexões são exercícios antigos e muito eficazes, que ajudam a fortalecer braços e o peito. Com os joelhos apoiados no chão e os braços afastados, faça o movimento de descida e subida controlando a respiração (inspire na descida e expire na subida) e contraia o abdômen. Faça de 8 a 10 repetições.

Alongamento

O alongamento é crucial em qualquer atividade física. O ideal é alongar-se antes e logo após terminar a sequência de exercícios. Ajoelhado, com os braços estendidos e as mãos apoiadas sobre o encosto da cadeira, inspire. Mantenha as costas retas e os braços estendidos, empurre o quadril para trás e o tronco para baixo, e expire. Mantenha a posição de alongamento de 10 a 15 segundos, e repita três vezes. Para as pernas e músculos da coxa, apoie a ponta do pé no degrau de uma escada e faça movimentos com pé para cima e para baixo e sentia a musculatura da perna “esticar”.