Vida Saudável

Uma vida saudável começa com incentivo e as dicas certas para fazer o seu dia-a-dia mais simples!


set/2016 - Glico 2

Vinho tinto e diabetes tipo 2

Você já deve ter ouvido falar que o vinho tinto apresenta substâncias capazes de proteger o coração contra a aterosclerose (entupimento das paredes das artérias). E, agora, mais uma ótima notícia: a bebida pode ser mais um recurso no equilíbrio dos níveis de açúcar no sangue.¹

Quem apontou esse feito do vinho foi um estudo da Universidade de Recursos Naturais e Ciências da Vida, em Viena, na Áustria.1 Segundo os pesquisadores, uma taça da bebida apresenta a mesma quantidade do receptor PPAR-gama, que atua no controle do nível de glicose sanguínea, encontrada nos medicamentos prescritos pelos médicos.¹

O PPAR-gama está presente em diversos tecidos do corpo, atuando de maneira mais específica no desenvolvimento de células de gordura, no armazenamento de energia, e na modificação dos níveis de lipídios e de glucose no sangue.¹

Para serem mais assertivos no estudo, os pesquisadores analisaram o total de doze tipos de vinho (cada um deles feitos com diferentes variedades de uvas, exposição ao sol das frutas, tempo de maceração e de contato com a madeira de carvalho).¹

Durante essa pesquisa mais aprofundada, a equipe fez uma análise das composições de polifenol (antioxidantes mais abundantes em nossa dieta) dos vinhos. O resultado apontou que o vinho branco apresenta menos compostos fenólicos e polifenóis em comparação ao tinto. Por esse motivo, a pesquisa se fixou no vinho tinto.¹

Mas a dica é consumir apenas uma taça de vinho por dia. Isso porque, a ingestão de bebida alcoólica de forma exagerada pode trazer diversos problemas, inclusive engordar, afinal de contas, o vinho é bastante calórico.²

Além disso, nossa recomendação é que você procure o seu médico antes de incluir o vinho em seu cardápio. Afinal de contas, ele é a melhor pessoa para lhe recomendar, ou não, o consumo da bebida e outros alimentos ditos bons para quem tem diabetes tipo 2.