Vida Saudável

Uma vida saudável começa com incentivo e as dicas certas para fazer o seu dia-a-dia mais simples!


dez/2016 - Glico 2

Dietas para quem tem diabetes tipo 2

Se você é do tipo de pessoa que não consegue mudar a rotina alimentar por conta própria. Ou seja, sente dificuldades em simplesmente trocar a massa branca pela integral, comer mais verduras e menos gordura, o melhor é seguir uma dieta pré-estabelecida.¹

Por isso, existem algumas dietas que são ótimas para quem tem diabetes tipo 2. O site WebMD listou as principais. Conheça um pouco sobre cada uma:¹

1 – DASH

A sigla vem do inglês Dietary Approaches to Stop Hypertension. Esse plano alimentar é bastante conhecido por ajudar a equilibrar a pressão arterial elevada. Mas, além disso, a dieta também é ótima para os diabéticos.¹

Isso porque os alimentos mais consumidos no cardápio são frutas, legumes, oleaginosas, leite e derivados com baixo teor de gordura, carnes magras, peixes, aves, cereais integrais e gorduras saudáveis. Além disso, o fato do plano ter sido criado para quem tem hipertensão é uma mão na roda para os diabéticos, afinal de contas, grande parte de quem sofre com a doença, também tem pressão alta.¹

2 – Dieta Mediterrânea

Como o próprio nome sugere, o plano alimentar baseia-se no cardápio dos mediterrâneos. Então, é possível encontrar alimentos sazonais frescos, azeites e um pouco de vinho. De acordo com a American Diabetes Association, este estilo de alimentação pode ajudar no controle do açúcar no sangue, além de reduzir os riscos de doenças cardíacas.¹

Como é uma dieta que não exige mudanças tão radicais na alimentação, estudos apontam que as pessoas costumam escolher esse plano alimentar, o que pode ajudar a evitar as idas e vindas das dietas.¹

3 – American Diabetes Association Carbohydrate Counting

Essa não é considerada uma dieta tradicional, afinal de contas, o objetivo dela não é perder peso. O plano visa regular os níveis de glicose no sangue, por meio da contagem de carboidratos. Mas como muitos alimentos ricos nesse nutriente também apresentam grande quantidade de calorias, retirá-los da alimentação pode contribuir com o emagrecimento.¹

Ajuda de um profissional

Se você se interessou por alguma dessas dietas, saiba que o melhor a fazer é procurar um nutricionista ou endocrinologista e conversar com ele sobre o plano alimentar. Assim, o profissional montará um cardápio personalizado, seguindo os parâmetros da dieta selecionada e sem o risco de erros.¹