Vida Saudável

Uma vida saudável começa com incentivo e as dicas certas para fazer o seu dia-a-dia mais simples!


dez/2016 - Glico 2

Evite a evolução do pré-diabetes

Antes de ser diagnosticado com o diabetes tipo 2, o paciente pode passar pelo período chamado pré-diabetes. Essa fase é o sinal de que o nível de glicose no sangue está maior do que o normal, mas não alta o suficiente para ser identificada como a doença.¹

Para evitar que ocorra essa evolução, o melhor é realizar algumas mudanças no estilo de vida. Comer alimentos saudáveis, perder peso e ficar em um peso saudável e ser fisicamente ativo pode ajudar a trazer o nível de glicose no sangue ao normal.¹

Além disso, listamos algumas maneiras de conter a evolução do pré-diabetes. Veja só.¹

1. É hora de emagrecer

Se a balança apontar o sobrepeso, não tem outra escolha: é preciso emagrecer! Um grande estudo chamado Diabetes Prevention Program apontou que reduzir entre 5% a 10% (apenas isso) do seu peso corporal é o suficiente para regular os níveis de açúcar no sangue e evitar o desenvolvimento do diabetes ou, pelo menos, atrasar o seu aparecimento.²

E para conseguir esse feito é muito simples: crie um limite para o tamanho das porções, reduza as calorias e coma menos alimentos que são ricos em gordura (especialmente gordura saturada), açúcar e carboidratos simples. Sem esquecer de rechear o cardápio com uma grande variedade de frutas, legumes, proteínas magras e cereais integrais.²

2. Exercite-se

Ter uma vida mais ativa é questão de obrigação. O ideal é fazer 30 minutos de atividades aeróbicas (caminhada, bike, natação ou corrida), 5 dias por semana (o equivalente a 150 minutos). Sem esquecer do treinamento de força (musculação), pelo menos duas vezes por semana.²

A justificativa para pegar peso é que isso ajuda a diminuir o nível de glicose sanguínea, fazendo com que o corpo responda melhor à insulina e queime calorias mesmo quando não estamos se movendo.²

3. Pare de fumar!

O tabagismo está diretamente ligado ao diabetes tipo 2. Afinal de contas, pessoas que fumam são 30% a 40% mais propensos a desenvolver a doença, na comparação com aqueles que não fumam.²

E tem mais: diabéticos que continuam a fumar apresentam maiores chances de desenvolver outras doenças, como cardíacas e cegueira. Então, o melhor, sempre, é largar o cigarro desde já!²