Vida Saudável

Uma vida saudável começa com incentivo e as dicas certas para fazer o seu dia-a-dia mais simples!


jan/2017 - Glico 2

Fique alerta e evite a Doença Cardíaca Diabética

Quem tem diabetes tipo 2 corre maior risco de desenvolver doenças cardíacas. Isso porque, além da doença, eles também podem ser hipertensos, ter níveis alterados de triglicérides e colesterol, obesidade e sedentarismo.¹

Quando um diabético é acometido por um problema no coração, é dito que ele está com uma doença cardíaca diabética, que pode incluir a doença cardíaca coronária, insuficiência cardíaca e cardiomiopatia diabética.¹

Doença cardíaca coronária

O problema acontece quando forma-se uma placa de gordura, colesterol, cálcio e outras substâncias no interior das artérias coronárias, responsáveis por abastecer o coração com sangue.¹

Também conhecido como aterosclerose, esse acumulo reduz o fluxo sanguíneo dentro das artérias, diminuindo o fluxo de sangue até o coração. O resultado disso são dores ou desconfortos na região do peito, além de batimentos cardíacos irregulares e até mesmo o ataque cardíaco e morte.¹

Insuficiência cardíaca

A doença acontece quando o coração não consegue bombear sangue suficiente para o corpo. Quem tem insuficiência cardíaca, normalmente, sente-se cansado com mais facilidade, tendo que limitar as atividades cotidianas, por exemplo. E isso pode ser um problema futuro, já que o coração vai enfraquecendo.¹

Cardiomiopatia diabética

Doença que danifica a estrutura e função do coração, que pode levar à insuficiência cardíaca e arritmias.¹

Previna-se

Para evitar que qualquer uma dessas doenças apareçam, principalmente em quem tem diabetes tipo 2, o melhor é seguir esses passos recomendados pela Sociedade de Diabetes do Reino Unido.²

  • Se você fuma, pare imediatamente, ou procure uma ajuda para acabar com o vício.²
  • Mude sua rotina alimentar. Mantenha um cardápio saudável.²
  • Pratique atividades físicas.²
  • Se você estiver com sobrepeso, procure atingir o seu peso ideal.²
  • Não esqueça jamais de tomar a medicação prescrita pelo médico.²
  • Verifique, pelo menos uma vez por ano, os níveis de glicose no sangue, pressão arterial e colesterol.²

Se você sentir qualquer dor no peito, dor intermitente ao caminhar, impotência ou sinais de um acidente vascular cerebral, como fraqueza facial ou no braço ou fala arrastada, procure ajuda médica imediatamente.²